Descubra tudo sobre os riscos da cirurgia de catarata para quem tem doenças na retina e o que podemos fazer para evitá-las.

Realizar uma cirurgia pode ser motivo de ansiedade e medo para muitas pessoas, principalmente para aquelas que estão sendo perturbadas por doenças inoportunas. Entretanto, elas sempre são feitas para nosso próprio bem, e cuidados para antes e depois dessas cirurgias precisam ser tomados para que a saúde seja restaurada.

Uma das cirurgias mais temidas quando chegamos a uma idade particularmente avançada é a cirurgia de catarata. A fina membrana que recobre o cristalino é extremamente incômoda, por isso a cirurgia é a melhor opção. Deve-se levar em conta, contudo, os riscos da cirurgia de catarata para quem tem doenças na retina.

Incomumente, isso pode, sim, acontecer. Há inúmeras doenças relacionadas à cirurgia de catarata, que podem se agravar ou reduzir após o processo, e é disso que vamos tratar neste artigo.

Degeneração macular relacionada à idade (DMRI)

Há dois tipos de degeneração macular: a seca e a úmida. Enquanto a seca muitas vezes não apresenta sintoma além da visão “torta”, a forma úmida ocasiona extravasamento de sangue e o inchaço da retina. Para identificação e diagnóstico da DMRI, o exame de tomografia de coerência óptica é o mais indicado.

Há muitos riscos da cirurgia de catarata para aqueles que já tiveram degeneração macular relacionada à idade, porém nada foi confirmado ainda. Há quem diga que esse tipo de cirurgia está ligado somente ao tipo seco da doença, e há quem diga, ainda, que a cirurgia de catarata aumenta a chance de surgimento da DMRI tardia, acelerando sua progressão.

O que podemos afirmar, contudo, é que a degeneração macular relacionada à idade é uma doença séria como todas as outras, necessitando, portanto, de tratamento prévio/simultâneo à cirurgia de catarata.
Outras doenças, não diagnosticadas antes do processo, podem ocasionar ainda mais riscos da cirurgia de catarata, mesmo que ainda não haja provas consistentes sobre o assunto.

Descolamento de retina

Como o próprio nome já diz, essa enfermidade ocorre quando, devido a inúmeros fatores, a retina se solta da parede posterior do olho, levando à perda visual irreversível se não tratada rapidamente.

Alguns anos após a realização da cirurgia de catarata, a ocorrência de descolamento de retina não é tão rara assim. Em pacientes com miopia muito alta, como trataremos no próximo tópico, isso é mais comum. Podendo ser prevenido com um tratamento pré-operatório, o descolamento de retina é considerado um problema grave dentre os riscos da cirurgia de catarata.

Ao notar repentinas moscas volantes na visão periférica ou flashes de luz anormais, o paciente deve consultar imediatamente o seu médico.

Alta miopia

A cirurgia refrativa para corrigir os vícios de refração já é realizada com sucesso em muitos cantos do mundo. Porém, graus elevados de miopia, de 6 para cima, podem acarretar vários problemas na hora do tratamento de outras enfermidades, como a catarata.

Estudos revelaram que os riscos da cirurgia de catarata são maiores em pessoas que têm alta miopia. Isso porque, durante o processo, os cirurgiões devem tomar extremo cuidado com o paciente, verificando o grau das LIOs corretamente e também a anestesia. Qualquer descuido pode gerar maus resultados para o paciente com alta miopia.

“A pré-disposição dos pacientes com elevado grau de miopia a desenvolverem catarata é muito alta em comparação aos outros pacientes”, observa o Dr. Prof. Rony Preti. “Por isso, os cuidados durante a cirurgia de catarata devem ser redobrados, para que não haja ainda mais riscos”, conclui.

Retinopatia diabética

A taxa crescente de piora e aumento na progressão da retinopatia diabética após a cirurgia de catarata, é alarmante. Há muitos relatos de casos em que os riscos da cirurgia de catarata afetaram diretamente a velocidade de deterioração da doença causada pelo diabetes.

Edema macular diabético

Diretamente relacionado à retinopatia diabética, o edema macular diabético aparece em pacientes portadores de diabetes. No edema macular diabético decorrido dos riscos da cirurgia de catarata, a barreira hematorretiniana se rompe e há extravasamento dos vasos sanguíneos, ou seja, hemorragia e microaneurismas, inchando a mácula.
Estudos revelam que a ocorrência de edema macular é mais frequente em pacientes diabéticos do que em pacientes que não têm a doença, daí a necessidade de redobrar os cuidados no momento de realizar a cirurgia de catarata.
O edema macular pode ser diagnosticado por meio do exame de angiografia fluoresceínica e tomografia de coerência óptica.

Os riscos da cirurgia de catarata podem ser evitados e controlados. Como? Visitando o oftalmologista periodicamente, fazendo os exames de rotina necessários para o diagnóstico de possíveis doenças e, se preciso, tratando as enfermidades, e, acima de tudo, seguindo à risca os cuidados após a cirurgia de catarata. Além disso, o receio por causa desses riscos da cirurgia de catarata não pode, nem deve ser um empecilho ou um impedimento para a realização do processo. A cirurgia é fundamental para erradicar essa membrana que recobre o cristalino, lembrando que, para todos os fatos da vida, sempre haverá riscos envolvidos.


62 Comentários em "Os riscos da cirurgia de catarata para quem tem doenças na retina"
  • Sônia santos
    11 de dezembro de 2018Responder

    Fiz cirurgia para reverter a miopia e presbiopia já há alguns anos. Disseram-me que por esse motivo a cirurgia de catarata é muito arriscada. Procede essa informação?


    • Prof. Dr. Rony C. Preti
      27 de junho de 2020Responder

      Olá Sônia, tudo bem?
      Se a cirurgia foi realizada a laser, eu não vejo um risco diferente de quem não a tenha feito. Contudo, a chance de ficar grau após a cicatrização é maior.
      Atenciosamente,


      • Priscila
        27 de julho de 2021Responder

        Boa noite Doutor,
        A minha mãe descobriu que tem retina enrugada (acredito ser membrana epirretiniana) e fez a cirurgia de catarata no olho esquerdo (ela tem catarata nos dois olhos). O médico disse que usou uma lente própria para quem tem a retina enrugada. Apesar da miopia dela ter melhorado, ela enxerga imagens onduladas e todos os objetos retos enxerga ondulados. Já faz 34 dias que ela operou. É normal? A visão ainda vai melhorar? Estou muito preocupada, já que o médico dela quer operar o outro olho e tenho medo de acontecer o mesmo problema de piorar a visão dela, já que o lado direito, apesar da catarata, ajuda a enxergar... Ela tem 71 anos e tem mieloma múltiplo.
        Desde já obrigada pela atenção.


        • Dr. Rony
          3 de setembro de 2021Responder

          Olá Priscila, tudo bem?
          Se ela está vendo torto com o olho operado de catarata, significa que pode ser pela presença da membrana epiretiniana e não vejo chance de melhora. Para corrigir esta questão, teria que operar e remover esta membrana. Contudo, apesar de não conhecer o caso, acredito que isto não vai acontecer no olho direito. Sugiro a realização do OCT nos dois olhos para avaliar melhor o que está acontecendo.
          Atenciosamente,
          Prof. Dr. Rony C. Preti


      • Maria loureiro
        26 de junho de 2023Responder

        Olá, tenho 47anos e só vejo de um olho,o qual á um anos se descolou a retina e foi colada com lazer... agora nesse olho apareceu uma catarata.sera perigoso operar pra tirar a catarata?


        • Dr. Rony
          23 de agosto de 2023Responder

          Olá Maria, tudo bem?
          Olá! Compreendo sua preocupação. Um histórico de descolamento de retina e sua correção por laser pode complicar um pouco a cirurgia de catarata. No entanto, com a tecnologia atual e cirurgiões experientes, muitos pacientes com histórico semelhante ao seu têm sido operados com sucesso. O risco real da cirurgia em seu caso específico deve ser determinado por um oftalmologista após uma avaliação completa. É essencial discutir seus antecedentes médicos e suas preocupações com o médico para garantir que você receba o tratamento mais seguro e eficaz.
          Prof. Dr. Rony C. Preti
          https://www.instagram.com/drronypreti


        • Dr. Rony
          16 de setembro de 2023Responder

          Olá Maria, tudo bem? Sinto muito que você esteja passando por essa situação preocupante. Entendo que preservar a visão no seu olho único é de extrema importância. É compreensível que o desenvolvimento de catarata nesse olho esteja lhe causando preocupação, principalmente considerando seu histórico de descolamento de retina.
          Segurança da Cirurgia de Catarata:
          Em geral, a cirurgia de catarata é um procedimento seguro e comumente realizado. No entanto, em seu caso específico, há considerações adicionais devido ao seu histórico de cirurgia de retina com laser.
          Consulta com um Especialista
          Antes de tomar qualquer decisão, é essencial que você consulte um oftalmologista especializado, que poderá avaliar o estado atual de sua retina e a catarata para fornecer uma recomendação personalizada. Eles podem realizar uma série de testes diagnósticos, como uma tomografia de coerência óptica (OCT) e uma ultrassonografia ocular, para avaliar a estrutura do seu olho em detalhes e planejar uma estratégia de tratamento segura.
          Opções de Tratamento
          Se for considerado seguro proceder com a cirurgia, existem diferentes técnicas disponíveis para a remoção de cataratas, incluindo a facoemulsificação, que é uma técnica minimamente invasiva e é a mais utilizada atualmente.
          Preparação e Recuperação
          Lembre-se de que a preparação adequada para a cirurgia e o cuidado pós-operatório são essenciais para garantir o melhor resultado possível. Seguir todas as instruções do seu médico e tomar todas as medicações prescritas pode ajudar a minimizar os riscos de complicações. Sugiro separar 1 mês de sua vida para cuidar cuidadosamente do pós operatório.
          Embora existam alguns riscos associados à cirurgia de catarata, especialmente em um olho com histórico de descolamento de retina, o procedimento pode, na maioria das vezes, ser realizado com sucesso. É vital trabalhar em estreita colaboração com seu oftalmologista para tomar a melhor decisão para a sua saúde ocular.
          Estou aqui para ajudá-lo com qualquer outra dúvida que você possa ter. Desejo-lhe o melhor e espero que você alcance um resultado satisfatório.
          Atenciosamente,
          Prof. Dr. Rony C. Preti
          https://www.instagram.com/drronypreti/
          Palavras-chave:Cirurgia de catarata, descolamento de retina, tratamento a laser, saúde ocular, facoemulsificação, consulta oftalmológica, tomografia de coerência óptica, OCT, ultrassonografia ocular, riscos da cirurgia de catarata, pós-operatório, especialista em retina, diagnóstico de catarata, estratégias de tratamento para catarata.


  • Maria da luz assis da silva Silva
    24 de setembro de 2019Responder

    Quais os risco numa cirurgia de catarata pra quem tem a retina bloqueada com layser


    • Prof. Dr. Rony C. Preti
      25 de junho de 2020Responder

      Olá Maria,
      Se a retina já esta bloqueada com laser, o local já está protegido e portanto não vejo risco. O que pode acontecer é aparecer rasgadura de retina em outro local da retina.
      Por isto o monitoramento é fundamental com mapeamento de retina.
      Atenciosamente,


      • João Pedro Borba Soares
        13 de novembro de 2020Responder

        Quais os riscos de fazer cirurgia de catarata em quem perdeu a visão por descolamento de retina a 8 anos.


        • Preti Eye Institute
          24 de dezembro de 2020Responder

          Olá João,
          Se a cirurgia do descolamento de retina foi um sucesso e a sua retina está bem protegida com laser, o risco de ter novo descolamento de retina é reduzido.
          Atenciosamente,
          Prof. Dr. Rony C. Preti


        • Lorena
          2 de agosto de 2021Responder

          Olá bom dia, minha mãe tem uma miopia alta em um grau 23, teve um deslocamento de retina e perdeu a visão do olho esquerdo por causa de uma catarata, agora tá com risco muito alto de ter um descolamento de retina no olho direito a cirugia é uma boa opção ou o risco de perder a visão é muito alto?


          • Dr. Rony
            3 de setembro de 2021

            Olá Lorena, tudo bem?
            Todo paciente que opera de catarata tem um certo grau de inflamação no olho, que pode predispor ao descolamento de vítreo com posterior descolamento de retina. Contudo, não é comum isto acontecer. Sendo assim, se ela está com catarata e a visão ruim, sugiro que se submeta ao procedimento, visto que a tendência é ela perder cada vez mais a visão. Se, por acaso, ocorrer o descolamento de retina, operar o quanto antes.
            Atenciosamente,
            Prof. Dr. Rony C. Preti


  • Dirce
    18 de outubro de 2019Responder

    Estou com rompimento em dois lugares no olho esquerdo,quais os prós e contra se submeter a cirurgia de catarata?


    • Prof. Dr. Rony C. Preti
      23 de junho de 2020Responder

      Olá Dirce, tudo bem?
      O risco neste caso é de descolamento de retina, por isso eles devem ser tratados com laser.
      Atenciosamente,


    • Celia
      27 de junho de 2023Responder

      Olá boa tarde, fiz uma cirugia de retina e cataras junto. Estava com membrana epiterriana grau 02, estou com 30 dias, o médico disse que a tendência da retina é ela ir voltando ao normal ela tava engilhada e ainda fuça depois da cirurgia e depois irá desigilhando isso acontece. Estou vendo as coisas mas não vejo detalhes das coisas é embasado sem nitidez e ainda vejo um pouco torta as linhas . Mas dá pra identificar tudo em minha volta com o olho operado o gás já saiu. Será que melhora ainda?


      • Dr. Rony
        23 de agosto de 2023Responder

        Olá Célia, tudo bem?
        Após a cirurgia de retina, especialmente quando há a presença de um gás intraocular, é comum que a visão não esteja perfeitamente clara ou nítida logo nos primeiros dias ou semanas. O gás é usado para ajudar a manter a retina no lugar e se dissolve, é absorvido pelo seu organismo, com o tempo, o que pode explicar algumas das distorções que você está percebendo.
        A membrana epirretiniana, que estava causando o enrugamento da sua retina, pode levar a distorções visuais antes da cirurgia. Uma vez que a cirurgia é realizada para remover essa membrana, a retina pode começar um processo gradual de "achatamento" ou retorno à sua forma normal. No entanto, o tempo necessário para que isso aconteça pode variar de paciente para paciente.
        Os sintomas que você mencionou, como visão embaçada, falta de nitidez e distorção das linhas, são queixas comuns no pós-operatório. A boa notícia é que, muitas vezes, esses sintomas melhoram à medida que o olho se cura e a retina se estabiliza. No entanto, é fundamental manter consultas regulares com o seu oftalmologista para monitorar a sua recuperação e garantir que tudo esteja progredindo como esperado.
        Att,
        Prof. Dr. Rony C. Preti
        https://www.instagram.com/drronypreti


  • Dirce
    18 de outubro de 2019Responder

    Estou com dois buracos na retina,qual o risco para cirurgia de catarata?


    • Prof. Dr. Rony C. Preti
      23 de junho de 2020Responder

      Olá Dirce, tudo bem?
      Quando se tem buraco na retina, se os mesmos forem na retina periférica, o tratamento a laser deve ser realizado antes da cirurgia de catarata para se evitar o descolamento de retina.
      Atenciosamente,


      • Denize
        22 de julho de 2021Responder

        Bom dia
        Se a pessoa não sabe que tem problema na retina, vai fazer cirurgia de cataratas, o médico pode descobrir na hora da cirurgia ou não?


        • Dr. Rony
          3 de setembro de 2021Responder

          Olá Denize, tudo bem?
          Muito difícil, pois esta questão já deve ser avaliada antes com exames pré-operatórios.
          Atenciosamente,
          Prof. Dr. Rony C. Preti


    • Vera
      3 de maio de 2022Responder

      Tenho degeneração da màcula,t z catarata e estou ainda com dores depois de 15 dias,dr.diz ser ressecamento é normal??


  • Patricia
    28 de agosto de 2020Responder

    Tenho 38 anos - 25 graus de miopia, dmri e catarata. O risco é grande de cirurgia? O que eu posso fazer para amenizar?


    • Preti Eye Institute
      30 de agosto de 2020Responder

      Olá Patrícia, tudo bem?
      Obrigado por entrar em contato conosco. Como já deve ter lido a respeito, quem tem miopia alta tem mais chance de ter descolamento de retina. Se foi diagnosticado catarata em seus olhos e ela está causando embaçamento na sua visão, não tem outra solução se não se submeter a cirurgia. O risco de ter complicação na retina com a cirurgia de catarata ainda é baixo, apesar de ser maior do que um(a) paciente que não tem alta miopia. Minha sugestão pessoal é que procure fazer a cirurgia com quem é especialista, não só em cirurgia de catarata, mas também de retina. Isto porque, depois da cirurgia de catarata, se tiveres descolamento de retina, o próprio médico que operou sua catarata já opere o seu descolamento de retina prontamente.
      Com relação a degeneração macular e a cirurgia de catarata, o que pode ocorrer é um pequeno sangramento na região macular que é responsável pela visão de detalhes. Entretanto, está complicação também é difícil de acontecer. Contudo, se isto ocorrer hoje também tem-se tratamento.
      Espero ter ajudado!
      Dr.Rony


  • Cesar Vianna
    19 de fevereiro de 2021Responder

    Boa noite , tive a oclusão da veia central da retina. Além da catarata grau3 . O que deve ser feito antes : cirurgia da catarata ou tratamento com injeções intra oculares ?? Obrigado


    • Preti Eye Institute
      20 de fevereiro de 2021Responder

      Olá Cesar, obrigado pelo contato!
      Excelente a sua pergunta! Primeiramente, deve-se tratar a oclusão da veia central da retina, proteger a retina com a injeção de medicamento dentro do olho para depois fazer a cirurgia de catarata. Após ser iniciado o tratamento da oclusão, a cirurgia de catarata já pode ser programada.
      Atenciosamente,
      Prof. Dr. Rony C. Preti


      • Márcia lima Silveira
        30 de abril de 2021Responder

        Boa noite.
        Minha mãe tem DMRI, a cirurgia dela de catarata, pode ser feita? Ou tem que tomar as Injeções antes da cirurgia?


        • Preti Eye Institute
          5 de maio de 2021Responder

          Olá Márcia, obrigado pelo contato!
          Excelente pergunta. A paciente que tem degeneração macular relacionada à idade e que vai ser submetida a cirurgia de catarata, aconselha-se fazer o exame de tomografia de coerência óptica para descartar a forma úmida. Se tiver a forma úmida, primeiro faz-se a injeção para depois ir para a cirurgia de catarata. Se tiver a forma seca, já pode ir para a cirurgia de catarata monitoramento da degeneração macular a depender da gravidade da doença.
          Atenciosamente,
          Prof. Dr. Rony C. Preti


    • Elbia
      5 de abril de 2022Responder

      Bom dia!
      Tive rasgo na retina do olho esquerdo em 2014 fiz lazer. Em dezembro de 2021 fiz cirurgia de catarata no olho direito uma semana após tive três rasgos na retina deste mesmo olho. Tenho que fazer cirurgia de catarata no esquerdo mas tenho medo de problemas na retina. Devo fazer a cirurgia?


  • Amanda
    27 de maio de 2021Responder

    Dr minha mae tem 60 anos, tem miopia alta e faz controle da retina, descobriu a catarata, o medico disse que está bem avançada a catarata porem devido ao problema da retina ele não opera pq pode ser que ela perca o resto da visão que ainda tem nesse olho


    • Dr. Rony
      3 de setembro de 2021Responder

      Olá Amanda, tudo bem?
      O risco de complicação existe, mas é muito rara. não justifica ela ficar sem enxergar, pois a catarata vai piorar a visão dela em meses.... Se ocorrer alguma complicação, o especialista de retina, na grande maioria das vezes, tem como tratar.
      Atenciosamente,
      Prof. Dr. Rony C. Preti


  • Jaiana Magno
    26 de agosto de 2021Responder

    Meu marido tem Retinose e ele vai operar de catarata tem algum risco


    • Dr. Rony
      3 de setembro de 2021Responder

      Olá Jaiana, tudo bem?
      Não vejo risco. A cirurgia de catarata em quem tem retinose, não tem variação de técnica, quando comparada com quem não tem a doença. A retinose, geralmente vem associada à presença de catarata depois de alguns anos, e os paciente são frequentemente operados para que a visão melhore novamente.
      Atenciosamente,
      Prof. Dr. Rony C. Preti


  • Júlio César
    31 de agosto de 2021Responder

    Tenho retinose pigmentar com visão apenas no centro. Com catarata já me deixando quase cego. A cirurgia afeta a retinose? Ou não interfere em nada,


    • Dr. Rony
      3 de setembro de 2021Responder

      Olá Júlio, tudo bem?
      A cirurgia de catarata não afeta a progressão da retinose. A única questão é que deves avaliar a retina com OCT para monitorar o aparecimento de edema macular.
      Atenciosamente,
      Prof. Dr. Rony C. Preti


  • Célia Jorge
    26 de setembro de 2021Responder

    Professor, Doutor Preti, Bom Dia! Espero que esteja tudo bem. Estou com maculopatia miópica. Aparceu também catarata inicando-se. Posso fazer a cirurgia para curar a catarata? Um colega do Senhor me indicou aplicação de injeção intravítrea antes e outro colega do Senhor disse não haver necessidade das injeções, somente acompanhamento. Preciso de sua opinião. Por favor... Obrigada, e muito Sucesso em seus caminhos!


  • Maria Beatriz
    30 de janeiro de 2022Responder

    Quem tem um nevo benigno na retina pode fazer cirurgia de catarata com sucesso?


  • DE SOUSA AMARAL
    1 de fevereiro de 2022Responder

    Tenho glaucoma controlado miopia e estigmatismo posso fazer a cirurgia da Catarata?


  • Marta tavares
    20 de fevereiro de 2022Responder

    Boa noite tive hemorragia de retina a três anos atrás e vou fazer cirurgia de catarata mas tenho medo de perder a visão tem possibilidade de acontecer?


  • Marta tavares
    20 de fevereiro de 2022Responder

    Por favor me responda rápido pois minha cirurgia é daqui a dois dias


    • Jane salete
      27 de outubro de 2022Responder

      Fiz faz uma semana cirurgia catarata pelo SUS, o oftalmologista agora quer marcar a cirurgia do deslocamento total da retina do mesmo olho. Estou com medo, pois me deram nada de chance para visão.


      • Dr. Rony
        23 de agosto de 2023Responder

        Olá Jane, tudo bem?
        Entendo suas preocupações após a cirurgia de catarata realizada e estou feliz que foi um sucesso. A cirurgia de deslocamento total da retina é um procedimento oftalmológico importante para evitar a perda permanente da visão. Quando diagnosticado e tratado precocemente, há chances de melhoria visual. É essencial seguir as orientações do seu oftalmologista e realizar o tratamento indicado, pois se ele indicou existe a chance de melhorar. Estamos aqui para te apoiar.
        Atenciosamente,
        Prof. Dr. Rony C. Preti
        https://www.instagram.com/drronypreti


  • Ivani Ferreira Silva
    26 de fevereiro de 2022Responder

    Bom dia!
    Minha filha Gabrielly teve descolamento de retina, devido ter realizado a cirurgia para correção de grau com 20 anos e logo na recuperação da cirurgia ficou com mancha branca mais o médico toda vez em consulta ele dizia que era da cicatrização demorou para ver o descolamento e hje enxerga somente 5% com olho direito porém agora 2 anos depois aparaceu catarata neste mesmo olho porém se fizer cirurgia pode voltar a ter descolamento de retina novamente e o Dr disse q se não quiser não precisa fazer pqe só vai perder o resto da visão q tem no olho direito.
    Sabe me dizer se existe uma complicação fora a cegueira viver com catarata no olho? Temos medo do descolamento pós cirúrgico que como vi é um risco maior.


  • vilma maria bormann martins
    24 de março de 2022Responder

    Fiz laser há 15 anos e a hipotese diagnóstica foi rotura de retina bloqueada em OD.Tenho chance de cirurgia de catarata sair bem?


  • Emiko
    2 de abril de 2022Responder

    Olá para todos, muito bacana esse serviço de informações,parabéns!Fiz cirurgia de catarata nos dois olhos, há 9 meses a vsao melhorou mas continuo com muita fotofobia, faço retornos ao oftalmologista e ele diz que a cirurgia foi bem sucedida e não explica o porquê da fotofobia,muito obrigada 🙏


    • Dr. Rony
      23 de agosto de 2023Responder

      Olá Emiko, tudo bem?
      A fotofobia é a sensibilidade à luz. Após a cirurgia de catarata, é comum algum grau de sensibilidade à luz nas primeiras semanas, mas isso geralmente melhora à medida que o olho cicatriza. No entanto, se você continua a experimentar fotofobia 9 meses após a cirurgia, isso pode ser motivo de preocupação.
      Existem várias razões pelas quais você ainda pode estar experimentando fotofobia após a cirurgia de catarata:
      Inflamação Pós-operatória: Mesmo após a recuperação completa da cirurgia, alguns pacientes podem ter uma leve inflamação contínua no olho, o que pode causar fotofobia.
      Edema macular: O edema ou inchaço da mácula (a parte central da retina responsável pela visão detalhada) pode causar fotofobia e visão embaçada.
      Complicações da lente intraocular (LIO): A lente colocada durante a cirurgia de catarata pode, em alguns casos, causar sintomas se não estiver posicionada corretamente ou se for de um tipo ou material que causa reflexos ou outros problemas.
      Outras doenças oculares: Outras condições oculares não relacionadas à sua cirurgia de catarata também podem causar fotofobia, como uveíte, síndrome do olho seco, ou outras doenças da córnea.
      Adaptação à nova lente: Às vezes, pode levar tempo para o cérebro se adaptar a ver através da nova lente, e isso pode causar uma sensação de fotofobia. Espero ter ajudado.
      Att
      Prof. Dr. Rony C. Preti
      https://www.instagram.com/drronypreti


  • Ernesto Ferreira gamarano
    27 de abril de 2022Responder

    Boa noite tive descolamento de retina e perdi a visão a 5 anos, posso fazer cirurgia de catarata. Para fins estéticos.


  • Vera
    3 de maio de 2022Responder

    Tenho degeneração da màcula,t z catarata e estou ainda com dores depois de 15 dias,dr.diz ser ressecamento é normal??


  • Claudinei Gomes da silva
    28 de junho de 2022Responder

    Bom dia Dr.
    Minha mãe tem 73 anos e teve edema macular com sangramento nos dois olhos afetando mais o esquerdo, fez 6 aplicações de injecao em cada olho, onde desinchou ambos, porém ela tem catarata e está fazendo exames para realizar a cirurgia. Quais os riscos reais , ela deve fazer ou não a cirurgia? Com o direito ela disse q enxerga bem, agora com o esquerdo se ela fechar o direito ela só enxerga embaçado. No mapeamento grave no esquerdo e moderado no direito.


  • Suzana Stahlschmidt
    22 de julho de 2022Responder

    Meu pai ja tinha DRMI , precisa fazer cirurgia de catarata , pode ter complicações e ficar sem enxergar?


  • Gláucia
    24 de agosto de 2022Responder

    Boa tarde doutor,

    Meu pai tem 81 anos e realizou cirurgia de catarata em ambos os olhos. Após a cirurgia ele passou a ter dificuldade de enxergar para perto (o que não tinha antes). Ao realizar um exame de OCT em AO ele foi diagnosticado com DMRI, tendo que fazer uma aplicação de  ORSUDEX em um olho e no outro olho possivelmente uma vitrectomia. Minha pergunta é: O exame de OCT deveria ter sido feito antes da cirurgia para identificar um possível problema na retina? Ou a catarata impede o OCT de mostrar o problema que está na retina? 

    Desde já obrigada por sua atenção.

    Atenciosamente,

    Gláucia 

    glauciahelena@gmail.com


  • fabline lankoski
    29 de setembro de 2022Responder

    Boa tarde doutor

    Minha sogra realizou cirurgia de catarata e com 3 dias teve que refazer a cirurgia pois não tinha ficado bem limpa a catarata e a lente saiu do lugar . Agora no terceiro dia após ter refeito ela coçou o olho dormindo após isso esta vendo uma bola preta . Oque pode ter acontecido ? a lente pode ter saído novamente do lugar ?


  • Carlota Viana
    27 de novembro de 2022Responder

    Fiz a cirurgia de catarata e dizem que a cirurgia ficou ótima. Mas não enxerguei muito bem depois. Me disseram que é pq tenho um buraco na mácula. Agora querem que eu opere a retina, a ordem dos fatores pode ser esta? Ou eu teria que ter operado a retina antes?


    • Dr. Rony
      23 de agosto de 2023Responder

      Olá Carlota, tudo bem? Muito obrigado por ter compartilhado seu caso comigo.
      Entendo suas preocupações. É possível que, após a cirurgia de catarata, outros problemas retinianos se tornem mais evidentes, especialmente se a catarata estivesse obscurecendo a visão e camuflando problemas subjacentes na retina.
      O buraco na mácula é uma condição que pode causar distorção ou perda de visão no centro do campo visual. A mácula é a parte da retina responsável pela visão central e detalhada.
      Geralmente, a decisão sobre qual cirurgia realizar primeiro depende do grau da catarata e da gravidade da doença retiniana. Em muitos casos, a cirurgia de catarata é realizada primeiro porque a remoção da catarata pode permitir que o cirurgião tenha uma visão melhor da retina para tratar problemas retinianos posteriormente. No entanto, em alguns casos, especialmente se a doença retiniana é grave e a catarata não é tão avançada, o tratamento da retina pode ser prioritário. Por fim, visto que as cirurgias de retina geralmente causa catarata, o procedimento de se operar a catarata e o buraco de mácula juntos pode também ser realizado.
      Atenciosamente,
      Prof. Dr. Rony C. Preti
      https://www.instagram.com/drronypreti


  • Antônio
    7 de abril de 2023Responder

    Tenho 60 anos ,15 graus de miopia, fiz a cirurgia lask e estou com ectasia,e estou com catarata,tem muito risco na cirurgia da catarata?


    • Dr. Rony
      23 de agosto de 2023Responder

      Olá Antônio, tudo bem?
      Com base nas informações fornecidas, você mencionou ter 60 anos, 15 graus de miopia, ter feito cirurgia LASIK e, agora, estar com ectasia e catarata.
      A cirurgia de catarata é um procedimento comum e geralmente seguro. No entanto, o seu caso apresenta fatores adicionais, como a alta miopia e a ectasia pós-LASIK, que podem aumentar os riscos associados.
      A ectasia corneana após o LASIK é uma complicação rara, caracterizada pelo afinamento progressivo e abaulamento da córnea, levando a um aumento do astigmatismo e embaçamento de visão. Essa condição pode complicar a avaliação e o cálculo da lente intraocular (LIO) durante a cirurgia de catarata.
      No entanto, com uma avaliação adequada, equipamentos modernos e um cirurgião experiente, muitos dos riscos associados a essas condições podem ser gerenciados. A cirurgia de catarata em pacientes com ectasia pode exigir uma abordagem mais cautelosa, assim como um planejamento cirúrgico mais detalhado.
      É fundamental que você consulte um oftalmologista para discutir o seu caso específico e determinar a melhor abordagem para o tratamento da sua catarata, levando em consideração todos os fatores associados.
      Atenciosamente,
      Prof. Dr. Rony C. Preti
      https://www.instagram.com/drronypreti


  • Ana Paula Boeno
    13 de junho de 2023Responder

    Meu filho tem doença de stargart, e tem catarata tambem existe possibilidades de fazer cirurgia de catarata sem que cause danos na visão?


    • Dr. Rony
      23 de agosto de 2023Responder

      Olá Ana, tudo bem? Compreendo a sua preocupação sobre a cirurgia de catarata do seu filho.
      A doença de Stargardt é uma forma de distrofia macular hereditária que leva à perda progressiva da visão, principalmente da visão central. A catarata, por outro lado, é a opacificação do cristalino do olho, o que pode levar a uma diminuição da visão.
      A cirurgia de catarata é um procedimento comum e, em geral, é considerada segura. Entretanto, em pacientes com outras condições oculares, como a doença de Stargardt, pode haver preocupações adicionais.
      A decisão de realizar a cirurgia de catarata em pacientes com doença de Stargardt deve ser tomada com cautela e em consulta com um oftalmologista especializado. Alguns fatores a considerar:
      Estado atual da visão: Se a perda de visão devido à doença de Stargardt é grave, a cirurgia de catarata pode ou não trazer benefícios significativos em termos de melhoria da visão.
      Riscos associados: Todo procedimento cirúrgico tem riscos. Em pacientes com doenças oculares concomitantes, os riscos podem ser amplificados ou pode haver complicações adicionais.
      Benefícios esperados: Se a catarata estiver contribuindo significativamente para a perda de visão e a cirurgia puder melhorar a qualidade da visão, ela pode ser considerada. É essencial consultar um oftalmologista para uma avaliação completa e discussão dos riscos e benefícios da cirurgia.
      Prof. Dr. Rony C. Preti
      https://www.instagram.com/drronypreti


  • jessica
    9 de julho de 2023Responder

    meu marido teve catarata no olho direito. fez a cirurgia e ficou bom,mas depois de 10 meses teve um descolamento de retina nesse mesmo olho e perdeu a visão. Agora ele esta com catarata no olho direito. É recomendavel ele fazer a cirurgia do olho direito?


    • Dr. Rony
      23 de agosto de 2023Responder

      Olá Jéssica, tudo bem?
      Olá! Lamento saber sobre a situação do olho esquerdo do seu marido, que acredito que tenha sido o olho já operado. Aqui estão algumas informações e recomendações baseadas na descrição fornecida, mas é essencial que você consulte um oftalmologista em pessoa para obter uma orientação específica para o caso do seu marido.
      Descolamento de retina e catarata são condições distintas, mas em alguns casos, a cirurgia de catarata pode aumentar o risco de descolamento de retina, especialmente em pacientes que já possuem fatores de risco para descolamento ou que teve alguma complicação com a cirurgia.
      No entanto, o fato de ter havido descolamento de retina em um olho não necessariamente significa que o outro olho terá o mesmo problema após a cirurgia de catarata. Cada caso é único.
      A cirurgia de catarata no olho direito pode ser considerada se a catarata estiver afetando significativamente a visão e a qualidade de vida do seu marido. No entanto, dadas as complicações no olho esquerdo, é crucial:
      Informar o oftalmologista sobre o histórico completo, incluindo o descolamento de retina no olho esquerdo.
      Ter uma avaliação completa do olho direito, incluindo uma inspeção detalhada da retina.
      Discutir os riscos e benefícios da cirurgia, bem como as possíveis complicações e o acompanhamento necessário.
      Somente após uma avaliação completa e uma discussão com um oftalmologista, vocês poderão tomar uma decisão informada sobre a cirurgia de catarata no olho direito.
      Prof. Dr. Rony C. Preti
      https://www.instagram.com/drronypreti


    • Dr. Rony
      26 de agosto de 2023Responder

      Olá Jéssica, tudo bem? Obrigado por compartilhar esta importante dúvida conosco.
      Descolamento de Retina após Cirurgia de Catarata: Orientações e Cuidados
      É relativamente comum ter dúvidas sobre o processo pós-operatório de uma cirurgia de catarata, principalmente quando experiências anteriores envolveram complicações, como o descolamento de retina. Compreendo sua preocupação referente ao seu marido e vou tentar esclarecer a situação.
      Quando uma pessoa tem catarata em um olho, é comum que, eventualmente, ela também se desenvolva no outro olho. A cirurgia de catarata é o único tratamento eficaz para restaurar a visão comprometida pela catarata. Contudo, como em qualquer procedimento cirúrgico, existem riscos associados.
      O descolamento de retina é uma complicação rara após a cirurgia de catarata. Porém, se o seu marido já teve descolamento de retina no olho esquerdo, é crucial que o oftalmologista que o atende esteja ciente disso. O especialista irá avaliar os riscos e benefícios do procedimento cirúrgico no olho direito, levando em consideração o histórico clínico do seu marido.
      Em geral, se o olho direito está comprometido pela catarata e está afetando significativamente a qualidade de vida e a visão dele, a cirurgia pode ser recomendada. Entretanto, é fundamental que todos os cuidados sejam tomados para minimizar o risco de descolamento de retina ou de outras complicações. Inclusive, se for encontrado lesões predisponentes ao descolamento de retina que sejam tratadas primeiramente com laser.
      Att,
      Prof. Dr. Rony C. Preti
      https://www.instagram.com/drronypreti


  • Dr. Rony
    23 de agosto de 2023Responder

    Olá Neuzir! Obrigado por compartilhar sua dúvida conosco.
    O diagnóstico de atrofia da retina na forma seca, degeneração macular, pode complicar algumas situações oculares. A cirurgia de catarata pode ser realizada em pacientes com essa condição, mas é importante considerar que a visão pós-operatória pode não melhorar tanto quanto o esperado em pacientes sem atrofia retiniana. A decisão de realizar a cirurgia de catarata deve ser feita em conjunto com o seu oftalmologista, levando em conta a severidade da atrofia retiniana e a expectativa de benefício da cirurgia. Em alguns casos, pode ser benéfico para melhorar a visão geral e a qualidade de vida, enquanto em outros, o benefício pode ser limitado.
    Att.
    Prof. Dr. Rony C. Preti
    https://www.instagram.com/drronypreti


Deixe um comentário